Trajetória de vida

 […] “Jane precisou de longos minutos para se refazer emocionalmente e, quando o fez, Hellen, orgulhosa, entre sorrisos:
– Aqui está! O seu livro! – ela beijou a amiga.
Jane olhou para todos, respirou fundo e:
– Escrevi este livro há vários anos. Espero que ainda seja atual – em seguida, abriu o exemplar, sorriu e leu o seu prólogo:
Há dentro de mim feridas causadas por inúmeras traições, e tais experiências estão tatuadas no meu coração. Tenho-me dado conta de que nem sempre estou alerta para perceber o quanto essas experiências estão latentes, pulsando em mim. Quando me vejo vivenciando que alguém está, metaforicamente, fazendo xixi na minha cabeça e me dizendo que é chuva, aquelas tatuagens doem ainda mais.
Tenho-me dado conta de que, quando levanto, sacudo a poeira e dou a volta por cima, na verdade, eu nego a existência das minhas dores. Durante anos, isso pareceu ser eficaz, mas nunca desapareceu com minhas dores, nem me permitiu aprender a lidar com elas. A única eficiência que tenho comprovado é que me deixou longe do meu melhor, e essa distância nada mais é do que uma bomba.
Gradualmente, tenho-me dado conta disso tudo. Tenho procurado avaliar essas emoções que sinto. Quero aproveitar a chance que a vida me tem oferecido e crescer através desses desapontamentos. Dependo deles para me conhecer mais e melhor, para me tornar um ser humano em sintonia com o lado bom da vida. Tenho entendido que a vida está me oferecendo ajuda para que eu cresça e confie não somente mais em mim, mas na vida em si, plenamente, sem nada temer. A felicidade parece estar diretamente ligada com um constante trabalho interior, com a minha plena consciência da necessidade de progredir espiritualmente.
Tenho-me dado conta de que tanto ainda há para ser vivido e compartilhado. Acima de tudo, tenho-me dado conta de que um novo ciclo começa na minha vida. Nunca me senti tão confiante, como me sinto neste instante.
Tenho-me dado conta de que, na escuridão da solidão, encontro esse outro sentimento maravilhoso, essa coisa universal que é o amor. Estou apaixonada pelo milagre da vida! Encantada com suas formas especiais para nos fazer enxergar o que nunca fomos capazes de ver antes. A força que rege o universo é muito maravilhosa, e ela é composta por mim também. Tudo faz sentido e tem uma razão!
Espero que você ache a leitura deste livro interessante e que vivencie boas emoções. Há algo dentro de mim que me faz crer que minha trajetória de vida esteja sendo espetacularmente diferente, tanto quanto a sua! ” […]
trechos do livro Mevrouw Jane (Josane Mary)

Sobre Josane Mary

O ato de escrever se tranformou numa extensão de mim... https://josanemary.wordpress.com
Esse post foi publicado em e-book, Escrever, livros, Mevrouw Jane e marcado , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Trajetória de vida

  1. Antonio Ramiro Fonseca disse:

    Querida Amiga Jô,

    Trajetória de Vida:
    Não precisei de muitos minutos para imaginar você na mesma situação de Jane. Não pense que você será a única a sentir tanta emoção e alegria. Quer você queira ou não, agora, fundimos nossos ideais, expectativas e emoções.
    Adorei o Prólogo. Magnífica lição de vida. Parabenizo não sómente à Jane, mas a todos que conseguem sacudir a poeira e dar a volta por cima das marcas e feridas deixadas por traições e dores, de forma vigorosa, porém, sem perder a ternura.
    Um dos lados bons da vida é não alimentar o ressentimento e as mágoas. Devemos aproveita-los, apenas, como lições de vida. Perpetuar tais sentimentos é semelhante a tomarmos veneno, esperando que os nossos ofensores e desafetos morram!!!

    Para frente e para cima, guerreira amiga !
    Abraços Fraternos
    Ramirovskiy

    • Josane Mary disse:

      Ramirovisky, boa-noite!
      Que imensa alegria saber que gostou! Esse trechinho é na verdade um dos últimos capítulos do livro.
      É isso mesmo, querido amigo, fundimos nossos ideais, expectativas e emoções.
      Grande abraço e tenha uma agradável semana, ao lado dos seus!
      Até o próximo post.

  2. A vida nos reserva emoções. Corremos, mentalmente a mil, e a vivência nos faz evoluir, apesar das dores.
    Um grande Abraço!
    Sucesso para você!

  3. Josane Mary disse:

    Boa-noite, Machado de Carlos!
    Que comentário pra lá de poético! Adorei!
    Volte sempre!
    Grande abraço!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s