Nobel Literatura 2011

O sueco Tomas Transtörmer, é o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura 2011.
Considerado o principal poeta vivo da Suécia, Transtörmer não tem livros lançados no Brasil. Em suas obras, costuma descrever a natureza e atos do cotidiano em uma escrita concisa e surrealista, repleta de metáforas. Ele vive atualmente numa ilha, longe dos olhares do mundo e dos meios de comunicação. Foi psicólogo de profissão até 1990. Redigiu cerca de uma quinzena de obras numa longa carreira dedicada à escrita.
Há somente um dos seus muitos poemas traduzido para o português. A obra de 11 estrofes chamada “Poemas haikai” faz parte da coleção “Poesia Sempre”, da Fundação Biblioteca Nacional, lançada em 2006 com tradução de Marta Manhães de Andrade.
“Poemas Haikai” 

“Os fios elétricos
estendidos por onde o frio reina
Ao norte de toda música.

O sol branco
treina correndo solitário para
a montanha azul da morte.

Temos que viver
com a relva pequena
e o riso dos porões

Agora o sol se deita.
sombras se levantam gigantescas.
Logo logo tudo é sombra.

As orquídeas.
Petroleiros passam deslizando.
É lua cheia.

Fortalezas medievais,
cidades desconhecidas, esfinges frias,
arenas vazias.

As folhas cochicham:
Um javali está tocando órgão.
E os sinos batem.

E a noite se desloca
de leste para oeste
na velocidade da lua.

Duas libélulas
agarradas uma na outra
passam e se vão

Presença de Deus.
No túnel do canto do pássaro
uma porta fechada se abre.

Carvalhos e a lua.
Luz e imagem de estrelas salientes.
O mar gelado.”

Sobre Josane Mary

O ato de escrever se tranformou numa extensão de mim... https://josanemary.wordpress.com
Esse post foi publicado em Literatura, Mestres da Literatura, Poesias de Mestres da Literatura e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Nobel Literatura 2011

  1. Antonio Ramiro Fonseca disse:

    Dileta Amiga Jô,

    Parabéns ao Tomas Transtormer e ao povo suéco, pela justíssima escolha desse magnífico tradutor, psicólogo e poeta para o recebimento do Prêmio Nobel de Literatura – 2011. O poema acima, dentro do inconfundível estilo japonês – HAIKAI -, por sí próprio, já define a sua sensibilidade e méritos para o recebimento da gloriosa indicação. A cultura e a educação estão bem representadas. Apenas á título de curiosidade : Consta nos registros que o primeiro poeta brasileiro á utilizar a forma HAIKAI foi Afrânio Peixoto, em 1919 , no seu livro ” TROVAS POPULARES BRASILEIRAS”.

    Abraços Fraternos,
    Ramirovskiy

    • Josane Mary disse:

      Amigo!
      É lugar comum o que vou dizer: os seus comentários não somente encantam, mas ensinam!
      Obrigadíssima por sua carinhosa assiduidade neste meu cantinho virtual.
      Ótimo dia e grande abraço!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s