Passo a Passo VIII

São em torno de 350 maravilhosos dias que separam o Passo a Passo IV deste aqui.
Naquele, escrevi:

“Hoje, finalmente, após longos meses de muitas e muitas revisões [Passo a Passo I,  II, e III], respiro aliviada!
Pude liberar a impressão do meu livro!
Obrigada, Senhor, por ter me amparado em todo esse percurso!  Como estou feliz!”
Esta  felicidade tem me guiado.
Com a 1a. edição 
praticamente esgotada,  concluí que a 2a. deveria ser  rapidamente providenciada. Meu muitíssimo obrigada aos leitores de Mevrouw Jane. Sem eles nada disso seria possível.
E a propósito, a 1a. financiou a 2a. e muitos eventos que tenho participado!

Assim, contratei o selo  editorial italiano Mandala, e a 2a. edição ficou pronta em tempo récord.
Fiz o lançamento da mesma no mês passado, na  Semana Cultural do Brasil, em Milão.
Naquele evento, com muita honra e alegria recebi a menção honrosa, na categoria ouro, do concurso literário Vozes & Voci, onde participei com o conto ‘Madame Lulu’.
Ainda na Itália, também com muita honra e alegria, tomei conhecimento de que  “Mevrouw Jane recebeu o  Prêmio de Literatura – Literarte 2012, na categoria  Melhores Livros de Romance.
Não sendo o suficiente, fui oficialmente convidada para, em setembro próximo, tomar parte no exclusivo [somente 30 escritores] “Primeiro Encontro de Escritores Brasileiros Residentes na Europa”, a ser realizado em Londres. “Trata-se de um espaço de destaque para a literatura produzida por brasileiros na Europa  no âmbito do evento da FOCUS. Tal evento objetiva  criar uma identidade para a  literatura brasileira produzida fora  do território nacional, e é realizado com parceria da A.C.I.M.A., na pessoa de Sônia Michelin, com coordenação da Else R.P.Vieira, Professora na Mary Queen University-UK.” [palavras da professora]. 
No início desta semana, depois de minha caminhada matinal com o Júpter, eu e Michel estávamos saboreando nossos cafés, e deslumbrados com o iluminado dia e a temperatura de 29 graus Célsius – raríssimos aqui na Holanda – quando exclamei: “Esse caminhão que está entrando aqui na rua traz os meus livros!” Aquela cena ficará marcada na retina dos meus olhos! Relembrei da cena do meu personagem Pedro Sabiá…
Já posso dar um testemunho sobre o que se sente ao receber os exemplares da 2ª. edição de um trabalho literário auto publicado.
Diferente de quando vi a 1a. edição? Não, tão intenso quanto! Mas mais encorajador.

E a partir daí inúmeros compromissos surgiram; de tal forma que pensei: ‘Senhor meu Deus, para dar conta disso tudo e ainda correr atrás de uma editora para a 3a. edição [inclusive da 1a. em inglês] eu vou ter que ser mico de circo e me virar para encontrar tempo para escrever! Não há como eu dar conta disso tudo sozinha – concluí.
Daí, resolvi entrar em contato com uma agente literária em São Paulo que encontrei nas páginas amarelas dos tempos modernos; leia-se facebook!  Me enchi de coragem e liguei. Nosso telefonema foi muito esclarecedor, mas formal. Ela possui vasto conhecimento no mundo literário e representa vários autores no território nacional e no exterior. Simpatissíssima, porém um tanto cética, claro, me pediu para ler o meu livro, e somente depois confirmar o interese em me representar e nos encontrarmos na BIENAL. – Esse magistral evento acontecerá entre os dias 9 a 19 próximos. Já estou de malas prontas e não vejo a hora de pisar em solo verde-amarelo! – Enviei um exemplar de Mevrouw Jane e dois dias atrás, recebi o seguinte email da agente literária:

“Querida, bom dia!
Recebi ontem pelos correios seu livro e adivinha. LI TUDO PELA TARDE. E AMEI, SIMPLESMENTE ADOREI TUDO. Estou encantada com a Jane, com o Marc e Sofia, que coisa mais linda. Trata-se de uma obra de ler de fato de um fôlego só. Parabéns, mil vezes parabéns querida.
Um abraço e quero muito te ajudar. Sou médium espírita kardecista e sei que me procurou por motivos de energias positivas que se buscam para um objetivo MAIOR.
Diana”
Ler essas palavras significou muitíssimo para mim!
Depois de passado a euforia, me vi tendo diversos questionamentos. Precisava telefonar para Diana e esclarecer as minhas dúvidas. Hoje à tardinha liguei, e que conversa mais que encantadora! Ela não se cansou de falar do prazer que foi a leitura, e não me cansei de agradecê-la. Disse-me que já tem 3 possíveis editoras engatilhadas, me passou seus nomes e me contou um pouco sobre seu amigável e profissional relacionamento com os seus diretores. Ainda me informou que providenciará para que eu e os conheça durante o período da Bienal; e 
que ‘eu tenho a obrigação de continuar escrevendo’.

A sorte está lançada! Agora é torcer e esperar!
Já pensou se eu der o azar de dar sorte!? [sksksk]
Auto publicar o meu primeiro trabalho literário não foi fácil, e foi o atrevimento de fazê-lo que tem me aberto todas essas portas.
Obrigada, Senhor, por estar me amparando em todo este percurso!
Na esperança de que este Passo a Passo possa ser de alguma ajuda àqueles que assim como eu se julgam ‘peixinhos aprendendo a nadar no maravilhoso mar literário’,
Grande abraço e até o próximo post!

Sobre Josane Mary

O ato de escrever se tranformou numa extensão de mim... https://josanemary.wordpress.com
Esse post foi publicado em Garra de Mulher, Inspiração, Josane Mary, Mevrouw Jane, Passo a Passo, Paz Interior, Ups & Downs de autopublicar e marcado , , , . Guardar link permanente.

10 respostas para Passo a Passo VIII

  1. Elba Nusa Calmon disse:

    Jô,
    posso sentir a sua felicidade!
    Escrever é um ofício árduo…Pode parecer que não, mas é. Construir nas letras o sentimento, dar vida à trama, é trabalho de artesão e, como tal, é trabalho de criação. Pintar a vida demanda não só expor o vivido, mas também a técnica, representada em cada palavra ,e em cada canto da memória é preciso colocar encanto, como você o faz no seu livro.
    Deus te agraciou com esta aptidão e você, sabiamente, deu o retorno a Ele. Seu escrito, Jô, é obra divina! E por isso veio acompanhado de tanta alegria e reconhecimento!
    Outro dia li que é na maturidade que nos aproximamos mais do mundo espiritual. Concordei, pois, embora na vida a gente sempre tenha uma direção voltada para Deus, mas somente depois de uma certa idade é que vamos legitimando a nossa fé. Já não estamos preocupados com questionamentos, porque temos a coragem de sublimar a vida!
    O Mevrouw Jane te deu essa possibilidade e com ele veio a satisfação terrena e muito mais para o além do aqui, ou seja, a luz também desceu do céu para iluminar os seus pés no seu caminhar nesta nova etapa da sua vida.Assim, há uma lanterna que guia suas mãos e a sua trajetória como escritora.
    Não vou me cansar de te dizer que o MJ alcançará a linguagem do cinema. Não se trata de profetizar, mas sim de ter olhos de ver! E meus olhos veem, ainda que imaginariamente, mas com toda a certeza de que haverá a concretização desta minha projeção e desejo.
    Estou muito, mas muito feliz mesmo, de saber que os examinadores da sua obra têm sido justos com esse enredo envolvente, “caliente”, singelo e, sobretudo, muito bem escrito!Assim, as premiações que tem alcançado nada mais são do que o seu esforço e a sua dedicação, que posso, sem sombra de dúvidas, testemunhar, afinal são algumas décadas ao seu lado, como amiga, como irmã e agora, recentemente, como leitora do Mevrouw Jane e dos seus contos.
    Jô! É dispensável dizer que torço por você, pois sabe disso!Mas também nunca é demais dizer que a sua vitória desencadeia em mim uma satisfação sem fim!
    Te amo!
    Beijo
    Elbita

    • Josane Mary disse:

      Elbita,
      numa outra oportunidade tentarei explicar como me senti ao ler suas palavras, pois agora me sinto incapaz de escrever, estou tomada de lágrimas.
      Obrigadíssima por tudo, e por assinar o belíssimo texto de orelha da nova versão.
      Enorme beiJO, cheio de muitas saudades! e até breve!

  2. Antonio Ramiro Fonseca disse:

    Prezada Jô,
    Este “Passo a Passo VIII” me conectou á Internet do tempo e, como num passe de mágica, me obrigou á relacionar a recente foto postada quando do seu retôrno de São Mateus com o nosso primeiro contato, aqui neste seu “cantinho virtual” e, principalmente, com a exuberante noticia do esgotamento da 1a. edição do seu pródigo filho “Mevrouw Jane”. É como você mesma mencionou anteriormente : “Como não chorar ?”. Já se passaram consideráveis anos da data daquela marcante foto. Alguns dos fotografados se deixaram abater, outros desistiram da luta e houve, até, quem retrocedesse. Hoje, prezada amiga, você é um exemplo de vida e de perseverânça, de buscas e de lutas, de auto-estima e dinâmica.Tenho certeza que todos os que lhe recepcionaram e a apoiaram, naquela ocasião, hoje, se sentiriam privilegiados de serem fotografados á seu lado. Admiração e votos de pleno sucesso na sua vida particular e literária, são as mais humildes, porém, sinceras formas de afirmar a amizade que sinto por você. Que Deus continue iluminando seu caminho.
    Abraços Fraternos, Ohn Shanti
    Ramirovskiy

    • Josane Mary disse:

      Bom-dia, querido Ramirovisky!
      Aquela foto me faz recordar momentos de intensa estima! Memória muito querida!
      Amigo, que o plano espiritual continue a não desistir de mim, pois eu seguirei assim, confiante de que posso muito, mas somente com o apoio do plano superior.
      Obrigadíssima pelo carinho de sempre,
      Enorme abraço, até breve, e Namastê!

  3. Alice Sperandio disse:

    Jo, parabénssss!!
    Me arrepiei ao ler suas news! E que saber mais? Mevrouw Jane vai virar FILME, tenho certeza!!!!!!!!!!!!!
    Beijoss!

    • Josane Mary disse:

      Alice, meu anjo!
      Super obrigada pelo carinho e torcida! Você é fofa demais, coração gigante!
      Comemoraremos muito no nosso EMIL.
      Grande beiJo cheio de muitas saudade e carinho!🙂

  4. Juscelino disse:

    Sempre lhe disse que iria longe……………….gde beijo

  5. Beatriz Dias disse:

    …..Obrigada Deus por ter me feito cruzar o caminho desta tão especial pessoa que se denomina Josane,a mim ela representa todo sucesso de uma vida levada a sério e com disciplina…a pessoa mais esforçada e persistente que conheço, dotada de talentos e que nos presenteia com sua obra literária… Eu me sinto privilegiada de ter feito parte do contexto de sua vida e de poder testemunhar o resultado de muito, muito talento.
    Enorme e demorado abraço….Be.

    • Josane Mary disse:

      Be, querida amiga!
      Palavras faltam para definir este momento, tamanha emoção ao ler as suas palavras. Obrigada por seu especial carinho!
      Seu exemplar de meu livro “Mevrouw Jane” está, há semanas, autografado e embalado [na esperança de que goste da leitura], pronto para ser enviado para você; preciso somente, por favor, que me confirme o seu endereço através do meu email josaneamorim@gmail.com

      Sinta o meu abraço, repleto de vibrações de carinho e muitas saudades!😉

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s